Advogados, independentemente de atuar em escritórios de advocacia ou em departamentos jurídicos, também precisam alcançar metas. Com um big data analytics à disposição, essa escalada de resultados pode ser alcançada mais facilmente.

O controle de e o acesso a informações como carteira, cartório, comarca, tipo de ação, advogado, andamento processual, região, data de ajuizamento, é mais simples e mais rápido com uma solução de big data analytics. A implementação de filtros nas soluções de dados permite combinar e cruzar informações referentes a diferentes temas. Com isso, é possível traçar um panorama acerca de uma determinada informação que se quer obter.

Entender em qual comarca um advogado específico obtém o maior número de resultados satisfatórios nos processos pelos quais é responsável é uma das possibilidades. Especialmente quando os dados estão disponíveis em dashboards dinâmicos e simples de compreender.

Assim, é possível conseguir algumas respostas com mais rapidez e eficiência. Porque os dados brutos estão compilados de forma útil para poderem ser utilizados estrategicamente para a tomada de decisões.

Além de tudo, o big data analytics otimiza o tempo, torna as iniciativas mais assertivas e enxuga o uso de recursos do escritório de advocacia ou departamento jurídico. Somente por essas razões, já demonstra ser muito vantajoso. Acrescentar a esses benefícios outros mais é a fórmula final para potencializar os resultados do negócio.

Por que usar big data analytics é essencial?

Traduzir os dados para gráficos e indicadores que contribuem com subsídios para desenvolver planos de ação estratégicos para aumentar a produtividade e a competitividade é o propósito de muitas das ferramentas de big data analytics.

Em busca de cumpri-los, muitas outras vantagens podem ser extraídas dessas soluções. Principalmente porque são planejadas para que escritórios de advocacia e departamentos jurídicos extraiam o melhor da sua performance.

1. Direção certa para a qualificação

Poucas tarefas repetitivas precisam da qualificação de um profissional de advocacia para serem realizadas. A compilação de dados para alimentar planilhas que irão gerar gráficos com as informações necessárias para compreender o status do escritório de advocacia ou departamento jurídico, ou o modus operandi da equipe não é esse tipo de tarefa. Uma solução de analytics pode executar essa função corretamente, com agilidade e menor margem de erro.

Sendo assim, nesse caso, o papel do advogado é fazer as perguntas cruciais para conduzir o escritório ou a empresa em um processo evolutivo embasado na inteligência de dados.

Qual é o número de processos? Quanto é o tempo de tramitação? Qual é o índice de atendimento à demanda de certo Tribunal para determinado tipo de processo? Esses são exemplos de perguntas que podem ser feitas e para as quais o big data analytics pode trazer respostas. Entretanto, o profissional do Direito tem de estar disposto a ver a tecnologia como aliada.

2. Sustentabilidade no uso de recursos

Para as empresas que possuem departamentos jurídicos consolidados ou mesmo para aquelas que dispõem de escritórios de advocacia para cumprir esse papel, a área jurídica é compreendida como uma unidade de negócio. Certamente, de grande importância. Nem por isso, pouco onerosa.

Quem atua em uma equipe jurídica com esse perfil, afinal, sabe que constantemente é preciso provar o valor em existir. Um dito pode ser explorado nesse contexto: contra dados, não há argumentos.

O big data analytics concede os dados relevantes que permitem argumentar porque nem sempre vencer em determinados processos é a estratégia mais correta para a empresa ou o cliente. Isso promove a sustentabilidade de recursos, ao passo que evita um processo demorado e que pode resultar na perda da causa para a empresa ou o cliente.

Melhor do que usar o extenso tempo de trâmite de um processo insistindo em um ganho de causa que os números demonstram que são baixos, é fazer um acordo e direcionar os esforços para um projeto que garantirá mais e melhores resultados.

3. Domínio sobre as informações

É certo que tanto escritórios de advocacia quanto departamentos jurídicos diariamente gerenciam um volume acentuado de processos. Embora pareçam corriqueiros e parte do dia a dia, a partir do momento que se olha para eles agrupados nos dashboards das soluções de analytics, as informações podem se expandir e gerar todo tipo de insights.

Um processo trabalhista, por exemplo, sozinho, é só mais um processo trabalhista. Mas, juntos, os processos podem revelar padrões que demonstram uma determinada repetição de comportamentos por parte dos funcionários que pode resultar em uma iniciativa de compliance para o cliente ou empresa.

Esse tipo de domínio sobre as informações dificilmente se consegue por outros meios que não incluem a utilização de analytics. São como diamantes brutos que, quando lapidados tornam-se uma joia valiosa capaz de conduzir a outro patamar a empresa que o encontrou e lapidou.

Escritórios de advocacia e departamentos jurídicos podem dispor de todas essas vantagens ao contratar como suporte uma ferramenta de legal analytics desenvolvida não só por cientistas de dados, como também por profissionais de advocacia que conhecem a realidade da profissão na área do Direito.

O Convex Legal Analytics é uma dessas soluções, que detém todas essas e muitas outras vantagens. Em uma demonstração, é possível entendê-las na prática e com maior nível de detalhes. Agende a sua para continuar a fazer bons negócios.